Biotecnologia na prática

O 2o. bimestre de atividades é realmente muito esperado pelos alunos, professores e pesquisadores participantes do Projeto Biotecnologia.

Além da continuação das palestras que abordaram temas como a Bioética e a questão da produção de alimentos transgênicos a partir de uma visão política e econômica com a professora Regina Mara da Fonseca, é nesse momento que as técnicas da Biotecnologia são colocadas em prática.

foto foto[1]

Em uma parceria com o Laboratório Nacional de Células-Tronco Embrionárias (LaNCE) – SP do Depto. Genética e Biologia Evolutiva da Universidade de São Paulo, chefiado pela Dra. Lygia V. Pereira, os alunos participaram de dois módulos práticos com duração de 5 horas cada, em que foram realizados a extração de DNA de células vegetais, a manipulação do material genético extraído e o uso e a aplicação de técnicas com enzimas de restrição e eletroforese em gel.

foto blog 1

foto 4

foto 2

“A parceria entre o Colégio Bandeirantes e a Universidade de São Paulo por meio do Projeto Biotecnologia é fundamental para que se possa proporcionar aos alunos  atividades de laboratório com equipamentos e protocolos de experimentos mais sofisticados. Além disso, por meio desta parceria, temos acesso a vários laboratórios nos quais pesquisas que envolvem técnicas de engenharia genética são realizadas. Esta oportunidade de entrar em contato com pesquisas de ponta em tempo real e em ambiente de trabalho com os pesquisadores permite que os alunos vivenciem um pouco da rotina de um cientista na área da Biotecnologia,  complementando assim a formação científica básica  de alta qualidade oferecida pelo Projeto Biotecnologia há 16 anos no Band!” – profa. Ana Cristina, coordenadora do Projeto Biotecnologia.

Além do aprendizado sobre as técnicas laboratoriais e a vivência da rotina de um laboratório, os módulos práticos proporcionam o encontro entre os alunos e os pesquisadores, a discussão de temas relacionados à Biotecnologia e o esclarecimento de dúvidas, também importante para aqueles que trabalham na área.

“A partir do intenso questionamento dos estudantes,  isso me faz refletir novamente sobre temas polêmicos. Sendo expostos  previamente a toda esta informação teórica e prática, os alunos podem ter uma melhor noção da realidade de um pesquisador e  decidir com mais consciência se desejam ser pesquisadores no futuro. Acho que uma parceria como esta é muito importante para a Universidade pois permite detectar e atrair futuros talentos para a área da pesquisa.” – Dra. Lygia V. Pereira.

O encontro que finalizou o 2o. bimestre de atividades do Projeto foi destinado a uma visita dos alunos a diferentes laboratórios do Instituto de Biociências da USP, como aqueles que realizam as pesquisas nas áreas de Cariótipo, Células Tronco,  Sequenciamento, bioinformática, biosintética e biologia molecular e Clonagem de plantas.

“A visita aos laboratórios possibilita aos alunos maior interação com diferentes pesquisadores para esclarecer as suas dúvidas sobre a profissão e vivenciar a rotina de um cientista. Além disso, os alunos tem contato com as pesquisas realizadas em cada laboratório visitado e assim, podem reconhecer as diversas possibilidades de atuação dentro da Biotecnologia” – profa. Marina, colaboradora do Projeto Biotecnologia.

foto5

foto6

Agora, a expectativa se volta para as atividades do 3o. bimestre com a continuação dos módulos práticos, participação na Feira de Ciências e elaboração de um produto com base na Biotecnologia e enfoque no empreendedorismo.

Mas isso somente depois das férias!!!!