Biotecnologia traz palestras sobre Bioética e Games

Alunos do curso de Biotecnologia, coordenado pela professora Ana Cristina Camargo de São Pedro, assistiram a palestras sobre Gameficação e Bioética no mês passado.

biotec_2015_1

A ideia é que a iniciativa sirva de estímulo para o desenvolvimento do produto final que os estudantes apresentarão ao término do curso: um game educativo relacionado a Biotecnologia.

Gameficação

Gameficação

O primeiro convidado do projeto foi o professor Tiago Eugênio, de Biologia, que conversou sobre gameficação com os participantes do Biotec. Durante a palestra, ele abordou temas como a importância dos jogos na educação e como desenvolver as fases de um game a partir do perfil do jogador.

biotec_2015_3

Diógenes

Já em outro encontro, Diógenes Batista, formado pelo Band e atualmente médico e advogado, veio apresentar uma palestra sobre Bioética, na qual ele abordou situações que envolvem dilemas éticos na área da Ciência. Nesta apresentação, além dos 30 alunos do curso de Biotecnologia, estudantes interessados da 3.a série estavam presentes, totalizando 80 participantes.

biotec_2015_4

“As palestras sempre fomentam a proposta do projeto final daquele ano. Então, a gente estuda bastante o que a gente entende que os alunos vão precisar saber, quais são as habilidades e competências que precisam ser desenvolvidas para eles alcançarem o objetivo”, declarou Mariana Lorenzin, uma das mentoras do Biotecnologia. “A ideia é que esses conceitos trabalhados durante as palestras apareçam nos jogos finais”, completou.

biotec_2015_5

Além das palestras, os alunos também tiveram aulas conceituais e desenvolveram palavras cruzadas, que serão disponibilizadas para a 3.a série estudar conteúdos de revisão.