Projeto Biotecnologia e Bioprocessos de cara nova

Com a missão buscar um enfoque mais multidisciplinar e condizente com a nova realidade educacional, o programa extracurricular Biotecnologia e Bioprocessos foi reformulado pelas professoras Lucianne Leigue (Médica Veterinária, mestre e doutora em Ciências), Andresa Prata (Eng. Mecânica e Pedagoga), Mariana Lorenzin (Bióloga e mestre em Educação) e Mariana Carezzato (Eng. Química e mestre em Eng. Química e Bioprocessos), sob a Coordenação do Prof. José Ricardo Almeida. A ideia da mudança foi tornar o programa mais inovador e altamente colaborativo entre os alunos e instituições externas de pesquisa e indústria parceiras, buscando ensinar e aprimorar técnicas de pesquisa que desenvolvam competências pessoais e diferenciadas das tradicionalmente trabalhadas.

biotecnologia_2017

equipe de Biotecnologia e Bioprocessos

O programa, oferecido exclusivamente para os alunos do 2.o ano, é anual e terá seu início em março. Segundo a professora Dra. Lucianne, as aulas prometem ter um caráter essencialmente prático e em grupo. “O grande objetivo do curso é que os alunos sejam os protagonistas dos processos realizados em sala de aula”.

Além do modelo de aula diferenciado, os alunos vão desfrutar de diversas visitas a empresas e laboratórios especializados para um aprendizado mais atraente, prático e lúdico.

Aproveitando a bagagem dos anos anteriores do projeto e mantendo as grandes parcerias, os estudantes terão por exemplo a total assessoria da pesquisadora Dra. Lygia Pereira da Veiga, chefe do Laboratório nacional de Células-Tronco Embrionárias (LaNCE) da Universidade de São Paulo e responsável pelo estabelecimento da primeira linhagem brasileira de células-tronco embrionárias de multiplicação in vitro.

“É válido ressaltar que muitos dos projetos que vamos realizar e materiais que vamos analisar serão fornecidos pela Universidade de São Paulo (USP), nossa parceira entre outras instituições.”, finalizou a professora do curso, Mariana Carezzato.

Se você é aluno do segundo ano e se interessou pelo projeto, as inscrições estarão abertas até o dia 2 de março no Moodle. É preciso ser rápido, pois as vagas são limitadas!