Aconteceu no Biotec

No primeiro semestre de 2016, o Projeto Biotecnologia teve importantes acontecimentos, incluindo atividades em grupos, elaboração de textos, módulos práticos na USP e palestras com convidados especiais e com a consultora científica do projeto, Dra. Lygia da Veiga Pereira.

dr.a lygia

A palestra da Dra. Lygia foi o marco de abertura do projeto deste ano. A pesquisadora deu uma visão geral sobre o campo da Biotecnologia, apresentando implicações da tecnologia do DNA recombinante nas áreas da saúde, alimentação e ambiente.

O Biotec também recebeu o Dr. Fernando Reinach e a Dra. Luciana Vasques, ambos biólogos formados pela USP.

dr. fernandoFernando Reinach é biólogo de formação. Foi professor titular na Universidade de São Paulo (USP) e fez um doutorado na Cornell University Medical College, nos Estados Unidos, em Biologia Molecular. Foi também pesquisador de biotecnologia da Fundação Rockefeller e do Howard Hughes Medical Institute, e por nove anos diretor executivo da Votorantim Novos Negócios. Hoje, ele é sócio e administrador do Fundo Pitanga, que investe em empresas inovadoras com alto potencial de crescimento. Durante a palestra realizada aos alunos do Projeto Biotecnologia, Reinach destacou a importância de associar conhecimento técnico à vontade de empreender.

dra. lucianaA Dra. Luciana Vasques, bióloga formada pela USP, com mestrado e doutorado em Biotecnologia atua promovendo cursos práticos de Biotecnologia para escolas na região de São Paulo. Em sua palestra, falou sobre o Mundo dos RNAs, revisando conteúdos vistos em cursos de Citologia e Genética e colocando conhecimentos mais específicos que, segundo a pesquisadora, são parte do curso de pós-graduação que ela ministrou. A descoberta de outros tipos de RNAs (micro-RNAs, RNAs de interferência) diferentes dos que vemos em aulas tradicionais (RNAm, RNAr, RNAt) deu aos alunos do Projeto Biotecnologia uma nova visão sobre o controle da expressão de genes. A área de pesquisa da Dra. Luciana é justamente sobre os RNAs de interferência.

Foram também realizados dois módulos práticos de Biotecnologia na USP. O primeiro envolveu a extração de material genético de frutos e de bactérias, e a purificação deste material para uso em pesquisas. O segundo módulo envolveu eletroforese e utilização de enzimas de restrição, importantes tecnologias e ferramentas moleculares aplicadas à Biotecnologia.

Para o próximo semestre, já estão previstas atividades com Bioética e dramatização com atores, Microbiomas e Transgênicos- aspectos políticos e econômicos, além de mais dois módulos práticos de Biotecnologia.

Curso de Biotecnologia inicia aulas de 2016

O curso de Biotecnologia iniciou os encontros deste ano. Oferecido para a 2.a série do Ensino Médio, o projeto tem como objetivo debater questões relacionadas à bioética, tecnologia e empreendedorismo.

IMG_8225

Logo na primeira reunião, antes da seleção, todos os alunos foram apresentados ao curso e receberam uma apostila com os temas trabalhados no projeto ao longo do ano para ser feita de forma autônoma. Além disso, os estudantes também viram trechos de filmes, como Gattaca, para levantar uma discussão inicial sobre Ética e Ciência.

IMG_8260

Já no segundo encontro, aconteceu o processo de escolha dos alunos. Divididos em grupos de 6, eles tinham que debater sobre um tema proposto. Para avaliá-los, uma equipe de professores e alunos participantes do projeto em anos passados observaram os diálogos e fizeram anotações.

IMG_8522

A partir da visão de todos os avaliadores, foram feitos relatórios de desempenho sobre cada aluno e decidido quais seriam chamados para continuar nos encontros presenciais. Os estudantes não selecionados puderam pegar seus relatórios para ter um feedback sobre o dia da seleção.

IMG_8531

Enfim, para dar início às palestras com especialistas, a conselheira científica do curso, Dra. Lygia da Veiga Pereira, veio conversar com os alunos. “ A gente considera essa palestra como um marco do projeto. Todo ano, as atividades do curso se iniciam a partir da visita da Dra. Lygia. É então que eles começam a fazer os trabalhos para discutir questões de Biotecnologia”, explicou Ana Cristina Palma, Coordenadora de Biotec.

Curso de Biotecnologia encerra-se com discussão sobre Medicina

Para encerrar a edição de 2015 do curso de Biotecnologia, disponível para os alunos da 2.a série, o projeto recebeu palestrantes para discutir o tema “A Biotecnologia na Medicina”. Dentre eles estavam o Dr. Diógenes Batista da Silva, formado pelo Band, advogado e médico pela USP e consultor na área de Bioética, a Dra. Luciana Vasques, doutora em Biotecnologia pela USP e a Dra. Lygia da Veiga Pereira, consultora científica do projeto.

IMG_4776

Dra. Lygia da Veiga Pereira

A discussão abordou questões como a deliberação judicial da produção de um medicamento anti-câncer por uma universidade sem o período de testes necessário. Os palestrantes discutiram assuntos como a importância de se pensar na qualidade de vida de pacientes, terapia gênica como possibilidade de tratamento de doenças e da importância da Biotecnologia no desenvolvimento da Medicina.

IMG_4779

“O evento foi muito importante para encerrar as atividades do projeto em 2015, promovendo uma reflexão sobre Biotecnologia, Bioética e aplicações na Medicina”, contou Ana Cristina Palma, Coordenadora do curso. “O contato com os especialistas sempre é um ponto forte do Projeto Biotecnologia, muito valorizado pelos participantes por permitir observar a realidade de atuação nos diferentes campos de pesquisas relacionados a manipulação de seres vivos ou partes dos mesmos”, explicou.

Durante o ano, os alunos participam de palestras, workshops, aulas teóricas, módulos práticos na USP e trabalhos em grupos para desenvolver habilidades de Português, Ciências, Bioética e Tecnologia. Em especial, nesta edição, os estudantes executaram um projeto na elaboração de jogos educativos envolvendo temas relacionados à Biotecnologia. O objetivo foi produzir um material informativo e ao mesmo tempo lúdico a ser aplicado nas terceiras séries em 2016.

“Acredito que o curso promove uma visão diferenciada e mais crítica de conteúdos que, em alguns momentos, mencionamos em sala de aula mas não aprofundamos muito. A parte prática na USP permite aos participantes vivenciarem um pouco do dia a dia de pesquisadores na área da Biotecnologia, além do contato direto com eles, o que permite também fazer questionamentos não apenas sobre os experimentos mas sobre a carreira de pesquisador em nosso país”, completou Ana Cristina.

Biotecnologia traz palestras sobre Bioética e Games

Alunos do curso de Biotecnologia, coordenado pela professora Ana Cristina Camargo de São Pedro, assistiram a palestras sobre Gameficação e Bioética no mês passado.

biotec_2015_1

A ideia é que a iniciativa sirva de estímulo para o desenvolvimento do produto final que os estudantes apresentarão ao término do curso: um game educativo relacionado a Biotecnologia.

Gameficação

Gameficação

O primeiro convidado do projeto foi o professor Tiago Eugênio, de Biologia, que conversou sobre gameficação com os participantes do Biotec. Durante a palestra, ele abordou temas como a importância dos jogos na educação e como desenvolver as fases de um game a partir do perfil do jogador.

biotec_2015_3

Diógenes

Já em outro encontro, Diógenes Batista, formado pelo Band e atualmente médico e advogado, veio apresentar uma palestra sobre Bioética, na qual ele abordou situações que envolvem dilemas éticos na área da Ciência. Nesta apresentação, além dos 30 alunos do curso de Biotecnologia, estudantes interessados da 3.a série estavam presentes, totalizando 80 participantes.

biotec_2015_4

“As palestras sempre fomentam a proposta do projeto final daquele ano. Então, a gente estuda bastante o que a gente entende que os alunos vão precisar saber, quais são as habilidades e competências que precisam ser desenvolvidas para eles alcançarem o objetivo”, declarou Mariana Lorenzin, uma das mentoras do Biotecnologia. “A ideia é que esses conceitos trabalhados durante as palestras apareçam nos jogos finais”, completou.

biotec_2015_5

Além das palestras, os alunos também tiveram aulas conceituais e desenvolveram palavras cruzadas, que serão disponibilizadas para a 3.a série estudar conteúdos de revisão.

Em pauta: Ética, Biologia e Tecnologia

No dia 02 de maio os alunos e professores do Projeto Biotecnologia receberam o Dr. Diógenes Batista e as atrizes Juliana Camargo e Celina para uma atividade especial envolvendo Ética e Biotecnologia.

Para isso, até a configuração da sala de aula estava diferente! A disposição das carteiras favorecia a discussão em grupo e o trabalho coletivo, além de deixar um espaço no centro para uma proposta inovadora.

A transformação do espaço permitiu a realização de atividades de construção coletiva envolto por uma atmosfera de colaboração.

Começando o trabalho com a discussão de casos atuais e, considerando nestes os personagens, o contexto, a importância da notícia divulgada e o impacto gerado por esta, a proposta abordou os conceitos associados à moral, ética e valores.

foto-1

foto-3

Quando a discussão parecia ter encerrado, o Talkshow Brasil Pergunta começou a ser encenado no espaço central da sala e chamou a atenção de todos.

Uma deputada, concorrente ao cargo de Ministra dos Direitos Humanos, apresentou propostas de mudanças na legislação associadas a diminuição da maioridade penal, cotas nas universidades, aspectos da orientação sexual, bolsa família etc.

foto-2

Encenação do Talkshow Brasil Pergunta

A cada pergunta da entrevistadora para a deputada gerava uma série de reações e comentários dos alunos.

Ao final, reflexões sobre igualdade, equidade e a ética nas relações da vida foram levantadas e associadas aos conceitos teóricos apresentados durante a palestra, afinal, a Biotecnologia pode ser entendida como instrumento de intervenção na realidade, mas….. até que ponto?

 

Biotecnologia – 1o. bimestre 2014

Após um criterioso processo de seleção, as atividades do Projeto Biotecnologia começaram a todo vapor… professores e alunos estavam muito felizes e ansiosos pelo início das atividades de 2014.

A recepção dos alunos aconteceu de forma inovadora e dinâmica!!!

Atividade de recepção dos alunos em 2014

Atividade de recepção dos alunos em 2014

 

Em uma atividade com música e bexigas coloridas, os alunos receberam palavras que representam valores e atitudes importantes para o Projeto. Com essas palavras, os alunos construíram, em grupo, frases que demonstram o que entenderam com estas palavras e sua relação com o Biotec.

Atividade de recepção 2014: valores e atitudes importantes para o Biotec

Atividade de recepção 2014: valores e atitudes importantes para o Biotec

Comprometimento e Respeito, termos presentes em todos os grupos, foram considerados os valores essenciais para um bom trabalho em 2014.

Leia, a seguir, alguns trechos elaborados de alguns grupos durante essa proposta.

“Muitas vezes a angústia e a vergonha interferem em nossa criatividade e comprometimento. Mesmo que o auto conhecimento seja de cada um, devemos ter respeito e prontidão para ouvir as opiniões dos outros durante o Projeto Biotecnologia”.

“Comprometimento com o Biotec deve ser feito sem medo de expor suas ideias e, ao mesmo tempo, respeitando a palavra do outro, com liderança, sem ansiedade e tolerando as opiniões de cada um”.

Para os professores envolvidos no Projeto, além de permitir a reflexão sobre valores importantes nas relações humanas, a atividade possibilitou a interação entre os alunos que nem sempre se conhecem e que agora passaram a compor um grupo.

Após isso, cada um dos integrantes de 2014 se apresentou ao grupo e os trabalhos sobre Biotecnologia começaram…

Nesse bimestre, o Biotec apresentou conceitos básicos de Biotecnologia para a introdução às palestras e aos módulos práticos.

Por meio de atividades com kits, aulas expositivas dialogadas, desafios e discussões, os alunos tiveram a oportunidade de entrar em contato com conceitos científicos sobre material genético, expressão gênica, manipulação genética, entre outros.

Kit de manipulação genética

Kit de manipulação genética

foto (27)

 

kit

 

foto (22)

 

foto (23)

Além disso, no dia 14 de fevereiro, o grupo de alunos e professores recebeu a consultora do Projeto, Profa. Dra. Lygia da Veiga Pereira, para uma palestra de abertura em que por meio da explicação de sua trajetória profissional apresentou aos alunos conceitos fundamentais para a pesquisa em Biotecnologia, aspectos da carreira científica e possibilidades de pesquisa.

O contato entre os alunos, professores e pesquisadores é muito valorizado no Projeto e essa foi a primeira oportunidade oferecida nesse ano.

Palestra de apresentação Dra. Lygia

Palestra de apresentação Dra. Lygia

O 2o. bimestre vem aí e já estão programadas novas palestras e os primeiros módulos práticos na USP….

Acompanhe as novidades  e atividades pelo Blog.

Até breve!!!!

Equipe Biotec

 

Biotecnologia convida…

Você sabe o que é bioética?

Bioética é uma prática que visa lidar com os conflitos e com as controversas morais implicadas na ciência da vida e da saúde.

Na Feira de Ciências, dia 19 de Outubro, nosso grupo do Projeto Biotecnologia fará uma apresentação sobre bioética, inovações tecnológicas e genética, abrangendo todos esses aspectos.

Ficou interessado?

Então venha nos visitar!!!

Atividades do Projeto Biotecnologia incluem palestras com pesquisadores da área

Após a aula introdutória sobre conceitos básicos de Citologia e Genética aplicados à Biotecnologia, os alunos do projeto assistiram a duas palestras que permitiram a reflexão sobre material genético, tecnologia do DNA, dilemas bioéticos envolvidos, entre outros.

A palestra de abertura do projeto, realizada em 15 de março de 2013, foi ministrada pela Pesquisadora Dra. Lygia da Veiga Pereira, professora titular responsável pelo Laboratório Nacional de Células Tronco Embrionárias (LaNCE) e pelo Departamento de Genética e Biologia Evolutiva da Universidade de São Paulo e consultora do projeto no Band.

Tendo como pano de fundo da palestra a sua trajetória profissional, a Dra. Lygia, como é chamada pelos alunos do projeto, abordou aspectos históricos e descobertas desde a origem do DNA até as mais modernas tecnologias do DNA recombinante, passando por conceitos como genoma, clonagem, organismos transgênicos, medicina genética preventiva, biologia sintética, células tronco, entre tantos outros…

“A palestra da Dra. Lygia foi interessante pois além de nos prover conhecimentos teóricos importantes sobre genoma e também sobre a Bioética envolvida nos processos de pesquisa, pudemos conhecer um pouco sobre a história da vida da Doutora, que acabou se envolvendo por acaso nesta área da Ciência”. – Bruno Siciliano (2E1)

Durante a exposição da palestra, os alunos puderam questionar e esclarecer as dúvidas tanto sobre o conteúdo específico do tema como aspectos da carreira profissional na área da Engenharia Genética.

Alunos do projeto Biotecnologia conversam com a Dra. Lygia durante a palestra.

Alunos do projeto Biotecnologia conversam com a Dra. Lygia durante a palestra.

A segunda palestra, ministrada pelo ex aluno do Band e, hoje, advogado, médico e ex membro do Comitê de Bioética do Hospital das Clínicas de São Paulo, Diógenes Batista da Silva, apresentou, a partir de dilemas bioéticos, os princípios que servem de base para esse campo de estudo, estimulando a reflexão e o debate entre os alunos.

Para a aluna Bruna Martines, 2B1, a palestra permitiu ampliar o olhar sobre o Projeto, no sentido de ir além das Ciências Biológicas. “Diferente da Biologia que é bem exata, eu debati com ele a palestra inteira”.

Palestra Bioética.

Palestra Bioética.



” O que me chamou a atenção na palestra foi que me fez ter um novo ponto de vista sobre a Biologia ampliando as minhas opiniões e ideias, pois ele explicou sobre a Bioética e sobre a relação que a Biologia tem com a Filosofia.” –  Beatriz Kim (2B5)
Para dar continuidade à proposta, os alunos iniciaram uma discussão em um fórum aberto pelas professoras no ambiente virtual que continua estimulando a argumentação e trocas de informações.

Assim, com os conhecimentos avançados em Biotecnologia, reflexões sobre as questões bioéticas e a motivação em alta, os alunos seguem as atividades do Projeto com os módulos práticos nos laboratórios da Universidade de São Paulo!

Recomeçam as atividades do Projeto Biotecnologia 2013

O Projeto Biotecnologia é uma atividade extracurricular vinculada ao Departamento de Biologia do Colégio Bandeirantes oferecida aos alunos da 2ª. série do Ensino Médio, que visa possibilitar aos alunos a oportunidade de participar de um programa anual de educação científica que envolve palestras com especialistas, atividades práticas, visitas a centros de pesquisa, debates sobre temas polêmicos, atividades em grupo presenciais e virtuais.

Em 2013 foram disponibilizadas 35 vagas para participação no projeto que foram preenchidas após um criterioso processo de seleção. Esse processo ocorreu em duas etapas, sendo a primeira delas no dia 22 de fevereiro e a segunda parte em 01 de março.

Na primeira etapa, os alunos das turmas de Humanas, Exatas e Biológicas, que se inscreveram via Moodle para participar do processo de seleção, foram apresentados à proposta do curso, experiências, expectativas e objetivos do projeto pelas professoras participantes e alunos e ex-alunos do colégio que participaram de versões anteriores e, preencheram o formulário de pré seleção.

foto palestra apresentação                       

Apresentação do Projeto Biotecnologia aos alunos

“Como graduado em Bacharelado em Biotecnologia pela UFSCar, posso dizer que o Projeto de Biotecnologia do Band está muito alinhado com cursos de ensino superior na área. Não somente no conteúdo técnico-científico, ao apresentar conceitos de Engenharia Genética do 3º ano de faculdade, por exemplo, mas inclusive na interdisciplinaridade da Biotecnologia em si, ao abordar o lado de marketing, mercado, inovação, empreendedorismo e bioética, conteúdos também abrangidos durante minha formação como biotecnólogo.” – Kaidu H. Barrosa, ex-aluno do Colégio Bandeirantes.

A 2ª. parte da seleção compreendeu uma dinâmica de grupo com a análise da postura e tomada de decisão dos candidatos em uma discussão e apresentação de casos relacionados à Ética e Biotecnologia.

foto seleção

Dinâmica de Grupo

Processo de seleção Biotec

Alunos e professores que participaram do processo de seleção dos alunos para o Projeto Biotecnologia 2013

Para esse momento da seleção, as professoras contaram com a presença e ajuda de ex-alunos participantes do projeto que escolheram os 35 novos participantes de 2013, a partir de critérios previamente estabelecidos e divulgados.

“Foi muito diferente a experiência da seleção estando agora como observadora. Acho muito boa a ideia de ter ex-alunos como observadores porque além de aumentar a atenção no trabalho e nos pensamentos de cada concorrente, os ex-alunos podem colaborar por saber o que é necessário para acompanhar o Projeto Biotecnologia, como a responsabilidade, uma boa convivência em grupo e a vontade de conhecer mais sobre essa área”. – Marina Rosalino Gomes (3B1)

Agora os trabalhos realmente começam!!!!

Acompanhe e comente as atividades do Projeto pelo Blog!!

Ana Cristina, Mariana e Marina

Biotecnologia em Dublin

O projeto de Biotecnologia do Colégio Bandeirante foi apresentado no IICE-2012 (Ireland International Conference on Education). As professoras de Biologia Marina Ferreira Dias Schwarz e Ana Cristina Camargo de São Pedro foram até Dublin, e voltaram com muitos elogios e sugestões.


O curso de Biotecnologia do Band iniciou-se em 1998. No começo, era muito mais teórico, destinado a apresentar a Biotecnologia aos alunos do 2º anos que optavam por participar. Com o passar do tempo, a parte prática foi incluída no cronograma, e o estudantes passaram a frequentar laboratórios preparados exclusivamente para experimentos na área – em parcerias com grandes
universidades.

A conferência contou com a presença de mais de 60 países durante os três dias de duração, e selecionou 132 trabalhos entre os 935 recebidos para participarem. O projeto do Band recebeu elogios e algumas sugestões dos presentes. Voltado também para a formação de cientistas, o curso de Biotecnologia tem incentivado bastante os alunos a seguirem carreira na área.

Desde 2008 o Band participa da IICE, que já foi sediada em vários países. “Para os próximos anos, pretendemos realizar workshops, para, assim, atrair um público maior em torno das ideias educacionais voltadas para a formação de cientistas industriais”, adiantou a professora Ana Cristina.

Para o próximo congresso, que acontece já no segundo semestre, as professoras serão revisoras de trabalhos: terão o papel de analisar projetos enviados e selecionar os melhores para serem apresentados.

Para conferir a galeria de fotos, clique aqui.