Curso de Biotecnologia inicia aulas de 2016

O curso de Biotecnologia iniciou os encontros deste ano. Oferecido para a 2.a série do Ensino Médio, o projeto tem como objetivo debater questões relacionadas à bioética, tecnologia e empreendedorismo.

IMG_8225

Logo na primeira reunião, antes da seleção, todos os alunos foram apresentados ao curso e receberam uma apostila com os temas trabalhados no projeto ao longo do ano para ser feita de forma autônoma. Além disso, os estudantes também viram trechos de filmes, como Gattaca, para levantar uma discussão inicial sobre Ética e Ciência.

IMG_8260

Já no segundo encontro, aconteceu o processo de escolha dos alunos. Divididos em grupos de 6, eles tinham que debater sobre um tema proposto. Para avaliá-los, uma equipe de professores e alunos participantes do projeto em anos passados observaram os diálogos e fizeram anotações.

IMG_8522

A partir da visão de todos os avaliadores, foram feitos relatórios de desempenho sobre cada aluno e decidido quais seriam chamados para continuar nos encontros presenciais. Os estudantes não selecionados puderam pegar seus relatórios para ter um feedback sobre o dia da seleção.

IMG_8531

Enfim, para dar início às palestras com especialistas, a conselheira científica do curso, Dra. Lygia da Veiga Pereira, veio conversar com os alunos. “ A gente considera essa palestra como um marco do projeto. Todo ano, as atividades do curso se iniciam a partir da visita da Dra. Lygia. É então que eles começam a fazer os trabalhos para discutir questões de Biotecnologia”, explicou Ana Cristina Palma, Coordenadora de Biotec.

Curso de Biotecnologia encerra-se com discussão sobre Medicina

Para encerrar a edição de 2015 do curso de Biotecnologia, disponível para os alunos da 2.a série, o projeto recebeu palestrantes para discutir o tema “A Biotecnologia na Medicina”. Dentre eles estavam o Dr. Diógenes Batista da Silva, formado pelo Band, advogado e médico pela USP e consultor na área de Bioética, a Dra. Luciana Vasques, doutora em Biotecnologia pela USP e a Dra. Lygia da Veiga Pereira, consultora científica do projeto.

IMG_4776

Dra. Lygia da Veiga Pereira

A discussão abordou questões como a deliberação judicial da produção de um medicamento anti-câncer por uma universidade sem o período de testes necessário. Os palestrantes discutiram assuntos como a importância de se pensar na qualidade de vida de pacientes, terapia gênica como possibilidade de tratamento de doenças e da importância da Biotecnologia no desenvolvimento da Medicina.

IMG_4779

“O evento foi muito importante para encerrar as atividades do projeto em 2015, promovendo uma reflexão sobre Biotecnologia, Bioética e aplicações na Medicina”, contou Ana Cristina Palma, Coordenadora do curso. “O contato com os especialistas sempre é um ponto forte do Projeto Biotecnologia, muito valorizado pelos participantes por permitir observar a realidade de atuação nos diferentes campos de pesquisas relacionados a manipulação de seres vivos ou partes dos mesmos”, explicou.

Durante o ano, os alunos participam de palestras, workshops, aulas teóricas, módulos práticos na USP e trabalhos em grupos para desenvolver habilidades de Português, Ciências, Bioética e Tecnologia. Em especial, nesta edição, os estudantes executaram um projeto na elaboração de jogos educativos envolvendo temas relacionados à Biotecnologia. O objetivo foi produzir um material informativo e ao mesmo tempo lúdico a ser aplicado nas terceiras séries em 2016.

“Acredito que o curso promove uma visão diferenciada e mais crítica de conteúdos que, em alguns momentos, mencionamos em sala de aula mas não aprofundamos muito. A parte prática na USP permite aos participantes vivenciarem um pouco do dia a dia de pesquisadores na área da Biotecnologia, além do contato direto com eles, o que permite também fazer questionamentos não apenas sobre os experimentos mas sobre a carreira de pesquisador em nosso país”, completou Ana Cristina.